5 ações financeiras para fazer antes de chegar aos 40 anos

Quando você atinge os 40 anos, você encontra-se um momento perfeito para refletir sobre até onde você chegou na vida, os marcos que você superou e os relacionamentos que você construiu. Mas para algumas pessoas - especialmente para aquelas que não têm suas responsabilidades financeiras em dia - é uma época em que o pânico se instala.

Afinal de contas, fazer 40 anos pode deixar você dolorosamente ciente de que o tempo está se esgotando para corrigir qualquer erro financeiro que você tenha cometido no passado. Ao mesmo tempo, você precisa levar a sério seu dinheiro se quiser aproveitar sua aposentadoria sem estresse financeiro. É por isso que os consultores financeiros sugerem algumas ações financeiras que todo mundo deve fazer antes do seu 40º aniversário.


Você precisa levar a sério seu dinheiro se quiser aproveitar sua aposentadoria sem estresse financeiro. É por isso que os consultores financeiros sugerem algumas ações financeiras que todo mundo deve fazer antes do seu 40º aniversário.


1. Lidar com as dívidas de consumo


Ryan Inman, um planejador financeiro para médicos, diz que é crucial criar um plano para lidar com as dívidas de consumo bem antes do seu 40º aniversário. Isso é especialmente verdadeiro quando se trata de dívidas de cartão de crédito com juros altos. Com a taxa de juros média do cartão de crédito agora acima de 17% (N.T.: EUA), esse tipo de dívida pode ser difícil de pagar - e um grande dreno no seu orçamento a cada mês.

Se o seu objetivo é pagar dívidas, existem várias abordagens a serem consideradas. Você pode atacá-lo à moda antiga e pagar o máximo que puder a cada mês, ou até mesmo tentar os métodos da bola de neve ou da avalanche. Você pode até mesmo solicitar um cartão de crédito de transferência de saldo que lhe permita garantir 0% de APR (N.T.: juros anuais) por até 21 meses.

Idealmente, você deve se esforçar para não ter nenhuma dívida além de sua hipoteca neste momento da sua vida, diz Inman.

Embora isso possa parecer um objetivo audacioso, não ter que fazer pagamentos de juros para a dívida de consumo tornará muito mais fácil poupar mais para a aposentadoria e priorizar seus investimentos se você já estiver atrasado.

2. Maximize sua poupança para a aposentadoria


É fácil pensar que maximizar sua poupança para a aposentadoria não é necessário quando você é jovem, mas quando seus 40 anos chegam, você se torna consciente de quanto precisa dela para crescer.

O planejador financeiro Benjamin Brandt, que hospeda um podcast de aposentadoria chamado Retirement Starts Today Radio, sugere que qualquer pessoa que se aproxime dos 40 comece a aumentar sua poupança para a aposentadoria. Lembre-se de que você definirá suas contribuições através da folha de pagamento de sua renda antes dos impostos, portanto, não é tão caro quanto possa parecer. Observe também que contribuir para o máximo de aposentadoria reduzirá sua renda tributável, o que poderá significar um imposto anual menor.

Se você não puder contribuir com o máximo, Brandt diz para tentar contribuir com o que você pode agora e aumentar seu objetivo a cada ano até chegar lá.

Brandon Renfro, professor assistente de finanças e planejador financeiro em Hallsville, Texas, diz que, no mínimo, você deve se certificar de que está obtendo a correspondência completa do empregador em seu plano de aposentadoria. O depósito de seu empregador é a quantidade de dinheiro que ele pode igualar nos seus depósitos mensais para se aposentar. Por exemplo, seu empregador pode concordar em contribuir com até 6% de sua renda a cada ano como uma correspondência, mas você tem que contribuir com 6% para obter o valor total.

Lembre-se de que isso é dinheiro grátis, e você deve tirar proveito de qualquer ajuda que você pode obter para a poupança de aposentadoria à medida que você se aproxima dos seus 40 anos.

3. Automatize suas finanças


A contadora pública certificada Riley Adams, que também escreve na Young and the Invested, diz que seus 40 anos são um bom momento para tentar automatizar seus investimentos se você ainda não o fez. Com mais automação e dinheiro movimentando-se por conta própria, é menos provável que você gaste dinheiro em coisas desnecessárias ou acabe em uma situação em que você está inflando seu estilo de vida à medida que sua renda aumenta.

"Para se proteger de si mesmo, aprenda a estabelecer transações financeiras automatizadas para lidar com o seu dinheiro e movimentar cada montante", diz ele. "Fazer isso tira o incômodo de suas mãos e também coloca seu dinheiro em melhor uso."

Por exemplo, você pode configurar uma transferência bancária automática para que uma quantia específica seja transferida para uma conta de poupança de alto rendimento todos os meses. Ou você pode configurar depósitos automáticos em uma conta de corretora de valores. Aumentar a sua poupança de aposentadoria em uma conta no local de trabalho também pode ser considerado uma automação, já que o dinheiro é retirado do seu contracheque automaticamente e investido em seu nome. (Veja também: 5 maneiras de automatizar suas finanças).

4. Comprar seguro com base nas suas finanças futuras


O planejador financeiro Brenton Harrison, do Henderson Financial Group, diz que, no seu 40º aniversário, você também deve ter suas necessidades de seguro reduzidas. No entanto, você deve se esforçar para pensar em suas necessidades de seguro no futuro.

"É tentador determinar suas necessidades com base em sua renda atual e patrimônio líquido", diz ele. "Mas para muitas pessoas, os 40 anos são o pico de salário, o que significa que as necessidades de seguro que você tem antes dos 40 podem não ser suficientes à medida que sua carreira progride".

Harrison sugere sentar e pensar até onde você gostaria de ir em sua carreira e onde você planeja estar financeiramente em 10 anos. De lá, compre um seguro com base nesse quadro financeiro.

"Se você sabe que pode e vai alcançar um certo nível de sucesso, não espere até que tenha chegado lá para começar a planejar", diz ele.

Embora os tipos de seguro que você precisa variam dependendo da sua situação, pense além do básico, como o seguro residencial e de automóveis. Por exemplo, você pode querer comprar uma apólice de seguro mais completo que amplie seus limites de cobertura em certos casos.

Além disso, certifique-se de "obter cobertura de seguro de vida adequada", diz o planejador financeiro Luis Rosa.

"Se você tem uma família ou planeja ter uma em um futuro próximo, é crucial ter certeza de que ela está protegida", diz ele. E é muito mais provável que você se qualifique para a cobertura que precisa a um preço acessível quando estiver com 40 anos (ou antes) e ainda relativamente saudável.

5. Construa um fundo de emergência


Se você tem lutado com suas finanças ao longo dos anos e lidado com dívidas de cartão de crédito várias vezes, as chances são boas de você não ter um fundo de emergência. Embora qualquer valor economizado seja melhor do que nada, a maioria dos especialistas sugere manter um fundo separado para despesas de emergência ou perda de emprego que seja mantido com o equivalente a três ou seis meses de suas despesas ou mais.

Você nunca sabe que tipo de obstáculo a vida trará à sua frente, mas estará preparado para quase tudo se tiver economias reservadas. E se você não pode poupar seis meses de despesas, ainda é melhor começar de algum lugar - mesmo que você consiga guardar uns poucos milhares de dólares.

Coloque suas economias em uma conta com juros e continue depositando, e você acabará chegando lá.

by Wise Bread.



Receba por e-mail as atualizações dos Blogs de Finanças Estrangeiros clicando nesse link


...e, se gostou do texto, compartilhe-o usando o símbolo abaixo

Comentários