Quatro lições sobre dinheiro pelas quais sou grata

Eu acho que é importante manter em mente as lições financeiras que você aprendeu e apreciá-las. Elas são fáceis de esquecer.

Está chegando mais um feriado nos Estados Unidos.

Embora eu entenda que as raízes de alguns feriados são questionáveis, e, feriados em geral podem ser um período difícil para as pessoas, eu sempre me encontro inundada de gratidão nesta época do ano.

Nas últimas semanas, passei muito tempo pensando sobre pelo o que sou grato e porque sinto essa gratidão. E uma das coisas que eu concluo é que devemos manter sempre a ideia de aprender. As lições financeiras são importantes. Elas também podem ser muito dolorosas, especialmente os tipos de lições mais difíceis e duramente conquistadas sem as melhores ferramentas.

Você sabe do que eu estou falando.

Os aspectos da vida que você simplesmente tem que viver. As experiências que você precisa ter para si mesmo ao invés de simplesmente aceitar a palavra de alguém para isso.

Eu não quero diminuir meu trabalho ou glamourizar dificuldades. Mas eu acho que é importante manter em mente as lições financeiras que você aprendeu e apreciá-las. Elas são fáceis de esquecer. É muito fácil perder de vista o que surge ao longo do caminho. É muito fácil esperar que a vida se mova em linha reta.

Os processos foram dolorosos. Era difícil entendê-los enquanto estavam acontecendo. Mas eu sinto uma sensação de gratidão por ter me esforçado em meu caminho e extrair agora suas lições.

Minha primeira chefe (terrível)


Eu não escrevi sobre isso antes no blog, mas mantive um diário na época. (Então, o que eu estou dizendo é que eu realmente possuo um futuro romance best-seller.) Eu vendia maquiagem no shopping, e parecia um sonho. Eu era boa nisso (eu atingia minha meta de vendas todos os dias). Divertia-me com isso, e o pagamento era irrisório (alguns dólares acima do salário mínimo mais comissão em cada venda). Mas minha chefe era um infortúnio. Ela me ensinou a importância de se manter firme e me ajudou a perceber que nem mesmo o emprego dos seus sonhos será perfeito. Ah, e aprendi a escrever uma carta de demissão realmente tola para o RH quando dei meu aviso prévio de duas semanas.

Minha licença maternidade não remunerada


Embora eu ainda tenha que escrever o post completo (eu continuo dizendo a mim mesma que não vou publicá-lo até que eu possa editá-lo com calma), resolver o assunto de minha licença de maternidade foi difícil e o corte de salário foi doloroso. Mas eu não trocaria esses momentos por nada. Ela não só me deu um tempo inestimável com meu bebê, mas realmente me incentivou a ajudar outras pessoas próximas no assunto sobre o que fazer com a falta de dinheiro. Eu nunca tinha realmente descoberto como fazer isso acontecer na vida real antes da minha licença, e agora eu compartilho todos os meus números (e e-mails confusos) com as futuras mães e ajudo-as a entender suas alternativas.

As dezenas de milhares de dólares que eu desperdicei em "coisas"


É difícil para mim enfrentar minha própria desordem. Durante anos, lutei com o peso do custo irrecuperável versus a revenda versus o tempo. Só agora eu sinto que estou realmente começando a entender o que fazer e como fazê-lo de uma maneira eficiente e satisfatória. Eu ainda tenho coisas das quais preciso me livrar. Mas isso está me ajudando a aprender a compartilhar a abundância da minha vida. Além disso, todo esse processo está me ajudando a amar minha casa mais do que a HGTV (N.T.: loja de decoração) já amou.

O conselho que eu ignorei


É verdade. Correndo o risco de colocar essa música na sua cabeça, eu realmente sinto uma sensação de gratidão pelo bom conselho que continuo a rejeitar.

Eu fiz muitas coisas que vão contra a sabedoria convencional das finanças pessoais. Casamento caro? Sim. Primeira festa de aniversário para um bebê que resultou em uma casa de aluguel? Sim. Falar sobre as emoções do dinheiro? Sim. Insistir que eu possa fazer da minha paixão, meu trabalho, e ainda perseguir a independência financeira? Sim, sim, sim. É difícil fazer escolhas diferentes. É por isso que seguimos sempre o que os Jones  fazem. Eu costumava ser muito serena sobre essas coisas, mas agora estou percebendo que compartilhar o que representam as finanças pessoais para mim é... o objetivo correto.

Considerações Finais sobre Gratidão e Lições de Dinheiro


Uma grande razão pela qual sou capaz de refletir sobre essas dificuldades financeiras é devido à comunidade de finanças pessoais. Há muita sabedoria coletiva online. Mais do que isso, existem pessoas incrivelmente incríveis. Leitores e blogueiros que comentam sobre este site, interagem comigo nas mídias sociais e compartilham suas próprias idéias de outras maneiras, são partes verdadeiramente fundamentais de qualquer sucesso que eu tenha. Eu sou muito grato por esta comunidade online. Então vamos brindar um grande abraço em grupo.

Mas diga-me ... Você tem alguma lição financeira que aprendeu e pela qual você é grata (mesmo de uma jeito difícil)?

by Penny, She Picks Up Pennies



Receba por e-mail as atualizações dos Blogs de Finanças Estrangeiros clicando nesse link


...e, se gostou do texto, compartilhe-o usando o símbolo abaixo

Comentários