10 perguntas para Frug, o frugal

Olá, Meu nome é Brad, também conhecido como "The Frug". Eu recebi esse apelido da minha esposa Kelly, em virtude de meus modos frugais. Eu tenho sido frugal por um longo tempo, praticamente desde que comecei um negócio de corte de grama na oitava série. Então, depois de muitas datas em bares não tão glamourosos e restaurantes muito acessíveis, às vezes usando cupons, Kelly sabia no que estava se metendo. O apelido Frug pegou, e eu então registrei uma URL.

Por que eu comecei meu blog?


Eu comecei meu blog thefrug.com em 2013 antes de descobrir o movimento FIRE (Financial Independence, Retire Early, ou Independência financeira, Aposentadoria precoce). Eu queria expressar meus pensamentos e compartilhar meus modos frugais. Fui inspirado por blogueiros como The Minimalists, Chris Guillebeau ( A Arte da Não Conformidade ) e Tim Ferriss. O que todos esses escritores têm em comum é abordar a vida de uma perspectiva diferente, abandonando a rotina diária e descobrindo a verdadeira liberdade. Minha redação está focada em três áreas inspiradas em seus livros e blogs: viver, trabalhar e viajar de uma forma enxuta. Eu sinto que escrever e compartilhar novas ideias é uma maneira de eu servir a comunidade e passar algum conhecimento para meus filhos. Eu auto-inscrevi os dois garotos na minha lista de e-mail, e temos testes frugais ocasionais, especialmente com o estudante universitário. Bem, o que ocorre na verdade é eu apenas tagarelando as respostas para ele.

O que me surpreendeu sobre blogs?


Eu tenho trabalhado em marketing e publicidade há quase 30 anos, mas ainda sinto que nunca criei nada único. Blogar me deu a oportunidade de compartilhar meus pensamentos através da escrita e fotografia. Escrever algo mais do que um slogan sempre foi difícil para mim, então os blogs realmente me ajudaram mais sob uma perspectiva criativa em relação ao que eu fazia originalmente. A coisa mais legal sobre blogs é descobrir pessoas que pensam como você. Eu encontrei o movimento de independência financeira escrevendo sobre vida, trabalho e viagens. E ele continua a abrir um mundo inteiro de possibilidades .

O seu objetivo é a independência financeira? Se sim, onde você está na jornada?


Eu tive a sorte de me deparar com o livro de Vicki Robbins, Your Money or Your Life em 1994. O conceito de liberdade do trabalho tradicional me inspirou tanto que eu comecei minha própria empresa em 1995. Eu continuei a trabalhar e economizar, aproveitando deduções fiscais disponíveis para o S-Corps para turbinar minhas economias. Depois de incríveis 10 anos, aceitei relutantemente uma oferta de compra do meu sócio em 2005 e tirei um ano de folga.




Depois de ler The 4-Hour Workweek, de Tim Ferriss, em 2006, decidi começar minha própria empresa, usando muitas das ferramentas descritas nesse livro. Meu objetivo era trabalhar em casa e gerar uma renda sólida em marketing digital. Recebi um salário baixo e acumulei muitos lucros, maximizando uma conta SEP-IRA (aposentadoria) e, mais tarde, uma conta da HSA (seguro-saúde). Tive vários anos consecutivos em que a receita ultrapassou US$ 800.000 e consegui maximizar seu balanço antes dos impostos e depois das taxas. Eu trabalhei com desenvolvedores criativos de lugares tão distantes quanto a Tasmânia, Bangkok e (não estou brincando) a Transilvânia.

Na categoria "enxuta" (N.T.: original lean) do meu blog, falo sobre minhas ferramentas favoritas e hacks para administrar um império global de sua casa. Em 2014 eu descobri o Mr. Money Moustache, Jim Collins, e a regra dos 4%. Usando essa matemática simples, percebi que já era financeiramente independente. Eu decidi começar a explorar o assunto vida de um "FIRE" nos meus textos. Também queria aperfeiçoar o dia de trabalho de quatro horas, mantendo o meu negócio funcionando em meio período e aproveitando a liberdade financeira. A receita oscilou loucamente ao longo dos anos, mas o importante é que não há ninguém olhando por cima do meu ombro me dizendo algum número que preciso atingir. Eu desenvolvo o negócio como eu gosto, o que é o significado de algo enxuto, simples ("lean").

Onde você mora? Você o ama, odeia ou apenas é indiferente?


Eu moro com minha esposa e dois filhos em Arlington, Virginia. Nós amamos isso aqui. Tivemos a sorte de comprar nossa casa em 1998 antes da bolha imobiliária. As escolas públicas são algumas das melhores do país e estamos a apenas duas horas e meia do Oceano Atlântico ou das Montanhas Blue Ridge. Na verdade, há uma trilha de bicicleta do lado de fora da nossa porta dos fundos, que foi convertida de uma antiga linha férrea que passa quase ininterruptamente desde Washington, DC até o rio Shenandoah. Muitas outras trilhas locais ligam o histórico C&O Canal, uma trilha de bicicleta épica de 185 milhas.

Arlington é uma das cidades mais fáceis de andar de bicicleta do país e aproveitamos as muitas trilhas, parques nacionais e monumentos da região. Temos três bons aeroportos dentro de uma distância de uma hora, o que é ótimo para viagens com ofertas de última hora. Claro, a grande desvantagem é o custo de vida. Uma coisa que notei em todas as calculadoras de custo de vida é que os custos de moradia são significativos. O que não é contabilizado em muitas dessas calculadoras são as pessoas que compraram uma casa, pagaram suas hipotecas, e são capazes de abrigar viajantes pelo caminho... Se você puder resolver a questão do custo da habitação, coisas como transporte (parar de ir ao trabalho), mantimentos, entretenimento (sem fantasias) e outras despesas estão dentro da média de cidades menos caras, como Raleigh, NC. Na verdade, com as compras de supermercado na Costco e Trader Joe, podemos manter nossos custos de alimentos em linha com outras áreas.

Alugar ou possuir um imóvel?


Possuir. Entre 1988 e 1998, eu era dono, morava e aluguei casas para viajantes em Frederick, MD, Raleigh, Carolina do Norte, Annapolis, MD, e Washington, DC. Eu estava sendo transferido para essas cidades pelo meu trabalho, de modo que todos os custos de negociação dessas casas fossem cobertos, assim como os custos de venda, incluindo a comissão de agentes. Em cada propriedade eu teria pelo menos um colega de quarto e depois geralmente vendia a casa quando me mudava. Meu único arrependimento não estava ligado a algumas dessas propriedades. Algumas agora quadruplicaram em valor.

Eu nunca gostei muito de administrar inquilinos, especialmente de longe, e todos os benefícios de relocação corporativa eram um incentivo bastante forte para comprar e vender. Eles até me deram um bônus de salário mensal para “decorar” a nova casa. Eu estava solteiro na época, então nem cortinas haviam em casa e investia o dinheiro.  Penso que esses dias acabaram na América corporativa. Casas provisórias foram definitivamente uma grande contribuição para parte da minha jornada FIRE.

Através da minha primeira startup, pude investir em um prédio de escritórios de 13.000 pés quadrados criando uma LLC (N.T.: companhia privada limitada) da qual sou atualmente proprietário de 41%. Ao longo dos anos, o mercado imobiliário ajudou-me a suavizar os solavancos da nossa jornada de independência financeira. Mesmo durante a crise de 2008, lembro-me de olhar para a minha casa e estar muito feliz por tê-la em meu portfólio.

Você é leanFIRE ou fatFIRE ou fartFIRE ?

(N.T.: algo com o nível soft, médio ou agressivo nos gastos em sua independência financeira).

Eu definitivamente vou com o FART FIRE. À primeira vista, você vê as palavras como vida, trabalho e viagens "enxutas" e você acha que o Frug deve ser um cara FIRE super econômico. Infelizmente, morar em Arlington, VA e ter uma família, incluindo um filho na faculdade, meio que me tirou dessa categoria imediatamente. Eu vejo alguns dos outros blogueiros gastando US$ 28.000 por ano e eu digo: “Porra, isso é menos do que o meu plano de saúde independente e os gastos da conta HSA. Eu também estou indo com Fart Fire porque eu ainda gosto de beber cervejas artesanais excêntricas, comer comida mexicana e churrasco, principalmente em bares mais baratos. Minha esposa e eu ainda saímos nas noites de sábados e eu tenho um grupo de amigos que eu encontro uma vez por semana às quintas-feiras. O tempo com minha família e amigos é extremamente importante para mim e vale um pouco de energia. Não é o tipo de energia que você compra no posto de gasolina.

Nossa outra grande categoria de gastos é em viagens. Nossa família viaja cerca de quatro semanas por ano e nossos meninos estão em uma jornada internacional em quase todos os anos de suas vidas. Exceto que em um ano nós tivemos que ir para a Disney. Eu desfruto de viagens promocionais há tempos e em um momento eu tinha centenas de milhares de pontos sendo gerados a cada poucos meses usando vários cartões corporativos da Chase e American Express. Nós pontuamos muito nos cartões e só precisamos adicionar um novo cartão Chase a cada dois ou três anos, quando as ofertas realmente grandes de 80K + chegarem. O México é o nosso destino favorito. Mais uma vez, Fart Fire.

Como você fica em forma?


Eu tenho que dizer que ficar em forma foi uma das maiores razões pelas quais eu persegui FIRE antes mesmo de conhecer o termo. Apesar de bem-sucedida, minha antiga empresa era uma panela de pressão, as batalhas com meu parceiro de negócios eram comuns e realmente prejudicavam minha saúde mental e pressão sanguínea. Eu sabia que tinha atingido o limite aos 44 anos. Eu também sabia que queria viver minha vida de forma diferente, dirigindo minha própria empresa de casa com foco em pelo menos uma hora por dia de exercício. Quando trabalhei em um escritório, tive sorte se chegasse ao ginásio duas ou três vezes por semana, talvez com um longo passeio de bicicleta nos finais de semana.

 Agora eu ando de bicicleta com frequência e faço uma caminhada de uma hora, combinada com um treino de 20 minutos durante a semana. Meu treino inclui oito minutos de treinamento intervalado de alta intensidade, também conhecido como treinamento Tabata, usando pesos, um saco pesado e uma barra de tração no meu porão, em meio ao sim de pós-punk dos anos 80 pós-punk durante todo o treino. Eu tenho que agradecer a Tim Ferris pela minha dieta de baixo carboidrato e rotina de exercícios de alta intensidade ( 4 Hour Body ) e estratégia de negócios. Nunca cheguei à semana de trabalho de 4 horas, mas quem sabe algum dia?).

Qual é a sua estratégia de investimento? Ações? Fundos de índice? Imobiliários??? Criptomoedas ????


Eu gosto de dizer que sou um investidor sereno. O investimento simples é uma abordagem minimalista para criar uma carteira de investimentos que reduza os impostos, aumente os retornos, elimine as taxas excessivas e, o mais importante, seja basicamente auto-gerenciável. Na década de 90, eu costumava assinar um boletim informativo de fundos mútuos sem taxas e de baixo custo. Eu entendi a parte de baixo custo, mas levei um tempo para me deparar com uma estratégia ainda mais simples, composta principalmente de fundos de índice de taxas muito baixos.

Por volta de 2014 comecei a ler a série de ações de Jim Collins e comecei a aplicar sua estratégia simples de fundos de índice Vanguard. No meu caso, consegui encontrar fundos de índice Fidelity Spartan que, na época, tinham taxas iguais ou menores do que a Vanguard. Ao longo dos anos, a Fidelity continuou a reduzir as taxas, mudando o nome dos fundos várias vezes no processo. Investimos em quatro fundos indexados: mercado total de ações, mercado total de títulos, índice REIT, índice internacional. Em nossa conta, depois de impostos, ainda temos algumas ações: Apple, Amazon e algumas EFTs, das quais venho explorando lentamente os ganhos de capital.

Nós retiramos cerca de 3% ao ano para sustentar minha receita de marketing digital de meio período. Meu objetivo é fazer com que meus impostos pareçam com os de Jeremy em Go Curry Cracker! Cerca de 40% do nosso patrimônio líquido está no setor imobiliário, que inclui 41% de participação acionária em um empreendimento comercial em Alexandria, VA, e em nossa casa nas proximidades de Arlington, VA. (Amazon está chegando à cidade!)

Você acompanha seus gastos? Se sim, como?


Alguns meses depois de ler "Your Money or Your Life" pela segunda vez em 1995, comecei a usar o Quicken para rastrear meus gastos, fazendo download automaticamente de todas as minhas transações bancárias e de investimento. Lembro-me de comprar o livro "Quicken for Dummies" porque havia muitas pessoas falando do software. Naquela época, não era tão fácil baixar transações de investimento, com taxas de sucesso de 70%. Ao longo dos anos, o software definitivamente melhorou. É ótimo ter mais de 20 anos de transações financeiras disponíveis na ponta dos meus dedos. Posso comparar meus gastos atuais com 10 anos atrás ou 20 anos atrás. Eu posso olhar para o crescimento de meus investimentos e patrimônio ao longo de décadas e como eles se comportaram em comparação com as principais correções do mercado. Nenhuma planilha é necessária.

Eu também uso o Personal Capital, mas eu me concentrei no Quicken principalmente devido ao pagamento de contas integrado e gratuito. Uma vez por mês, posso rapidamente reconciliar todas as minhas contas e pagar qualquer fatura diretamente do Quicken. Isso é essencial para o FIRE porque estamos vendendo um pequeno número de ações a cada mês e transferindo dinheiro da Fidelity para nossa conta corrente por meio de transferências gratuitas. Podemos ver todas as contas de corretagem, transferências de HSA e pagamentos agendados para que possamos ter uma visão geral dos nossos saldos de despesas e de contas. Ao fazer isso, os orçamentos são criados automaticamente. Para orçamento, eu gosto de usar a filosofia do "beat last year" e estamos nessa escolha desde 2008, medindo nosso progresso em gastos em relação aos anos anteriores e sempre superando-os.

Por que FIRE?


O que mais me atrai sobre o movimento FIRE é o elemento independência. Minha irmã uma vez me disse que meu pai tinha um sonho de se mudar para o México e passar seus dias pintando em uma pequena cidade. Ele nunca teve essa chance, ele faleceu aos 58 anos, mais ou menos da mesma idade que meus dois avós, três de meus tios, meu pai e dois cunhados. Em algum momento, muitos possuíam seus próprios negócios e trabalhavam até o dia em que morreram. Não é um grande histórico de longevidade, embora muitas das mulheres da família tivessem 90 anos. Eles estavam fazendo algo certo. Mesmo que eu seja um empreendedor, quero ter certeza de que isso não toma conta da minha vida, tire tempo da minha família e de nossas aventuras.

Quando me tornei financeiramente independente em 2013, senti que precisava de um convidado grande e audacioso, algo que eu poderia dominar, algo que eu estava disposto a investir 10.000 horas para aprender. Eu também procurei por algo que eu era apaixonado no ensino médio, mas nunca fui atrás: fotografia. Depois de alguns cálculos malucos nas costas de um guardanapo, eis o que eu queria dessas 10.000 horas. Meu desafio de 10 anos se parece com isso: 10.000 fotografias publicadas on-line, 1.000 lugares explorados, 100 cidades visitadas, ou seja, 10 anos e uma incrível jornada para compartilhar. Estou com cinco anos e mais ou menos na metade do caminho. Aviso: isso não é fotografia de viagem tradicional. Eu gosto de pensar nisso como se o nosso cachorro estivesse tirando as fotos com o pescoço. É arte, cara.



by Author, 1500days.com



Receba por e-mail as atualizações dos Blogs de Finanças Estrangeiros clicando nesse link


...e, se gostou do texto, compartilhe-o usando o símbolo abaixo

Comentários